Maria Inês Dolci

Defesa do Consumidor

 -

A advogada Maria Inês Dolci é coordenadora institucional da ProTeste. Atua há mais de 20 anos na área de defesa do consumidor e é autora e coautora de várias publicações na área.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Telefone fixo hoje é empurrado ao consumidor

Por Maria Inês Dolci

Com a imposição de pacotes pelas empresas de telecomunicações (Oi, Telefônica e Embratel ), incluindo o telefone fixo , quando o consumidor só quer a banda larga e TV por assinatura, hoje constata-se que muita gente tem a linha mas sequer está instalada.Para pagar menos pelo outros serviços o consumidor se obriga a ter algo que não deseja. E não fosse essa situação hoje o total de linhas fixas seria ainda menor do que as 43 milhões, enquanto os celulares atingem 259 milhões. O valor da assinatura básica , que é imposta mesmo sem uso do serviço torna o telefone fixo caro. Na Câmara Federal está prevista para breve a análise em Plenário do projeto de lei (PL 5476/01), que proíbe a cobrança dessa assinatura.Mais de 2,5 milhões de pessoas manifestaram apoio à proposta por meio do Disque-Câmara (0800 619 619) e do Fale Conosco. Não faz sentido pagar por um serviço que não se utiliza.

Blogs da Folha

Mais acessadas

Nada encontrado

Categorias

Publicidade
Publicidade
Publicidade