Maria Inês Dolci

Defesa do Consumidor

 -

A advogada Maria Inês Dolci é coordenadora institucional da ProTeste. Atua há mais de 20 anos na área de defesa do consumidor e é autora e coautora de várias publicações na área.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Sem saída para a banda lenta

Por Maria Inês Dolci

Insatisfeito com a velocidade da banda larga um amigo meu pergunta: quais as opções para encontrar um fornecedor melhor? O pior é que não tem. A banda é lenta e as opções não existem num mercado sem competidores. Só começam a vigorar a partir de novembro os índices obrigatórios de velocidade mínima e média de internet rápida que poderão por fim ao tormento de milhões de consumidores que recebem apenas 10% da velocidade contratada.Pelas novas regras, terão de garantir o mínimo de 60% da velocidade média prometida e 20% da velocidade mínima prometida. As velocidades mínimas e médias estipuladas terão de ser cumpridas no período de maior tráfego de dados, que ocorre das 10h às 22h. O problema é que será atribuição das próprias empresas a medição da velocidade de acesso.Cadê a isenção?

Blogs da Folha

Mais acessadas

Nada encontrado

Categorias

Publicidade
Publicidade
Publicidade