Mico da pluna

Por Maria Inês Dolci

A suspensão das atividades da companhia aérea Pluna, que operava em sete cidades brasileiras, vai atrapalhar as férias dos brasileiros que estavam com passagens compradas para o Uruguai, ou em trânsito naquele País. E não adianta a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) obrigar a assistência aos passageiros por parte da companhia aérea uruguaia se sequer os telefones estão sendo atendidos. Mais um mico e restará ao passageiro recorrer aos órgãos de defesa do consumidor e ao Poder Judiciário em busca de reparação dos prejuízos. É um absurdo, mas na gravação que se pode ouvir no telefone (11) 37119158 a empresa continua informando o site para compra de passagens.