Maria Inês Dolci

Defesa do Consumidor

 -

A advogada Maria Inês Dolci é coordenadora institucional da ProTeste. Atua há mais de 20 anos na área de defesa do consumidor e é autora e coautora de várias publicações na área.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Luz cara até quando?

Por Maria Inês Dolci

O brasileiro paga a tarifa de energia a elétrica mais cara do planeta e agora o governo quer eliminar três dos dez encargos da conta para ver se reduz o preço. Dados da Aneel mostram que, em uma fatura de R$ 100, os encargos correspondem a R$ 10,90; impostos e tributos, a R$ 25,90; e a compra da energia, a transmissão e a distribuição somam R$ 63,20. Entendo que se o interesse é que o brasileiro não gaste tanto com a conta de luz o governo deveria começar por uma forma de compensação do que foi cobrado a mais por quase dez dos dos consumidores por conta de erro na metodologia de cálculo do reajuste. O dinheiro foi reembolsado pelas 63 distribuidoras e tem que voltar de alguma forma para o bolso dos consumidores.

Blogs da Folha

Mais acessadas

Nada encontrado

Categorias

Tags

Publicidade
Publicidade
Publicidade