Maria Inês Dolci

Defesa do Consumidor

 -

A advogada Maria Inês Dolci é coordenadora institucional da ProTeste. Atua há mais de 20 anos na área de defesa do consumidor e é autora e coautora de várias publicações na área.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mico da passagem aérea ‘mais barata’

Por Maria Inês Dolci

Comprar passagem aérea em sites que apontam os melhores preços entre as empresas do setor pode significar dor de cabeça, se precisar cancelar a viagem. Pode ser uma economia que não compensa, pois as empresas têm práticas abusivas e desrespeitam o Código de Defesa do Consumidor. Não reembolsam quem desiste da compra de passagens promocionais ou cobram taxa para o cancelamento ou remarcação de voos. Há casos em que, para reaver o dinheiro pago por um serviço que não será utilizado, o consumidor tem que aguardar até 150 dias. Há o direito de reembolso imediato do que foi pago em caso de desistência do contrato, por isso reclame se for lesado.

Blogs da Folha

Mais acessadas

Nada encontrado

Categorias

Publicidade
Publicidade
Publicidade