Assistência técnica difícil

Por Maria Inês Dolci

Comprar um produto novo e ter que levar para assistência técnica já é um transtorno agora imagine o consumidor do Rio de Janeiro que se tiver problemas de defeitos em produtos da Microsoft Informática LTDA se obriga a pagar o envio dos equipamentos para a assistência técnica em São Paulo. Trata-se de um sistema ineficiente, inseguro e demorado segundo o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. Por isso o MPRJ ajuizou Ação Civil Pública (ACP), com pedido de liminar, para que a empresa seja obrigada a disponibilizar pelo menos um ponto de assistência técnica para atender aos consumidores locais. O Promotor de Justiça Pedro Rubim Borges Fortes, em exercício na 4ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor e do Contribuinte do Rio pede na ação multa diária de R$ 5 mil enquanto não for aberta uma assistência técnica local. E pede que a empresa seja condenada a indenizar, da forma mais ampla e completa possível, os danos materiais e morais causados aos consumidores individualmente e a reparar os danos materiais e morais causados, considerados em sentido coletivo, no valor mínimo de R$ 100 mil, corrigidos e acrescidos de juros, que se reverterá ao Fundo de Reconstituição de Bens Lesados.